Tudo sobre veículos motorizados!
Header


Esta semana a Fórmula 1 passou pela primeira etapa da pré-temporada realizada no circuito de Jerez de la Frontera. No primeiro dia tivemos a grata surpresa do retorno de Kimi ao topo. Terminou a terça-feira com os melhores tempos na manhã e a  tarde, pilotando sua Lotus preta. Na quarta foi a vez de outro campeão sentir novamente o gosto do topo. Michael Schumacher marcou o melhor tempo do dia com a Mercedez de 2011. Feito este repetido por Nico Rosberg na quinta. Já no último dia, os melhores tempos ficaram com Fernando Alonso, que diante de sua torcida não podia passar vexame. Alguns especialistas presentes nos dias de testes afirmam que a Ferrari, apesar do bom desempenho do espanhol no último dia, estaria com vários problemas para resolver em seu carro. Mas é pra isso que estes testes servem. E por mais que ainda tenham trabalho a fazer, marcar o melhor tempo em uma sessão, mesmo que de tanque vazio e pneus macios, não é um mal sinal. Semana que vem as equipes estarão em Barcelona para mais quatro dias. Por enquanto os brasileiros não mostraram muito serviço, mas está só no começo e ainda temos muito pra ver.


Apesar de chover dia após dia na pista de Jerez de la Frontera, a pré-temporada de Fórmula 1 está cada vez mais quente. A cada seção um novo lider. Já tivemos Alonso, Massa, Rosberg, Kobayashi, Vettel e hoje foi a vez de Rubens Barrichelo. Com a pista molhada durante todo o dia, Rubinho deu sorte de marcar seu tempo por volta da hora do almoço, quando não chovia. No período da tarde, sob chuva intensa, todos tentaram sem sucesso alcançar a marca do brasileiro que comemorou principalmente a confiabilidade do modelo da Wiliams. Petrov marcou o segundo tempo com sua Renault, mostrando que os tempos desta quinta-feira não devem ser levados muito em conta. Vettel, o melhor de ontem, ficou em terceiro e Massa foi apenas o quinto.
Aqui como foi o dia de ontem:

Aqui o de hoje:

Os tempos:
1. Rubens Barrichello, Williams, 1:27.145, 98 Voltas
2. Vitaly Petrov, Renault, 1:27.828, 56 Voltas
3. Sebastian Vettel, Red Bull, 1:28.162, 70 Voltas
4. Nico Rosberg, Mercedes GP, 1:28.515, 71 Voltas
5. Felipe Massa, Ferrari, 1:28.879, 92 Voltas
6. Pedro de la Rosa, BMW Sauber, 1:29.691, 8 Voltas
7. Paul di Resta, Force India, 1:30.344, 33 Voltas
8. Timo Glock, Virgin, 1:30.476, 72 Voltas
9. Vitantonio Liuzzi, Force India, 1:30.666, 24 Voltas
10. Lewis Hamilton, McLaren, 1:30.979, 57 Voltas
11. Sebastien Buemi, Toro Rosso, 1:32.678, 57 Voltas
12. Heikki Kovalainen, Lotus, 1:33.554, 30 Voltas