Tudo sobre veículos motorizados!
Header

MotorCast #48 – Novo Kia Rio

fevereiro 15th, 2011 | Posted by Érico Oliveira in MotorCast - ( Comentários)

Neste episódio Érico, Péricles e Rafinha conversam sobre:

- Kia revela imagens oficiais da nova geração do hatch Rio
- Camaro ZL1 é o mais potente da história
- Schumacher anda na frente em Jerez
- Kubica dá primeira entrevista e está otimista
- Bruno Senna com poucas chances de assumir a vaga na Renault-Lotus
- Começa o Mundial de Rali 2011
- Ferrari processada pela Ford, muda nome do modelo da F1

Não esqueça de assinar nosso Feed e recomendar aos amigos!


Pois é, depois de muitas voltas pelos circuitos espanhois de Valência, Jerez e Barcelona, a pré-temporada da Fórmula 1 chegou ao fim. Quase todo mundo testou. Algumas descobriram que construíram um bom carro, outras sentiram o peso de disputar a temporada anterior até o fim. E algumas descobriram que terão muito trabalho pela frente. Mas isso acontece todo ano. Os dias de testes só serviram para confundir os torcedores. Não se pode afirmar quem está na frente, quem tem o melhor carro, quem vai brigar pelo título, simplesmente porque não sabemos o que cada equipe estava testando nos dias em que marcaram seus melhores tempos. Mas podemos destacar alguns pontos interessantes que deixam transparecer como será a briga pelo mundial 2010.

Ferrari, que é apontada por muitos como favorita, não consegue esconder que tem um conjunto bem acertado, tanto para classificação como para corrida, onde o carro deve sofrer muitas alterações entre o começo das provas, com o tanque cheio e o final, bem mais leve. Com a experiência de Felipe Massa na equipe, e o talento da Alonso ao seu lado, o time de Maranello terá o carro a ser batido este ano.

McLaren, veio crescendo nos dias de testes e atualmente encontra-se em condições de rivalizar com a Ferrari pelo título. Com um conjunto aerodinâmico muito eficiente e os últimos dois campeões mundiais em seus cockpits, o time inglês mostra força e deixa claro que a decisão de Button de sair da Brawn foi certeira. Pena pra ele ter Lewis Hamilton como vizinho.

Red Bull, foi a grande inspiração para os projetistas da maioria dos carros de 2010. O carro projetado por Adrian Newey em 2009 mostrou toda sua força nas últimas provas, levando Vettel e Webber a disputar o título com os invenssíveis Brawn de Ross. Este ano o RB6 chegou um pouco atrasado, mas mantém o potencial apresentado pelo seu antecessor. Parece um carro muito veloz para classificação, mas precisa evoluir um pouco em ritmo de corrida.

A Mercedes chegou com pompa, comprou o time campeão de 2009, ressuscitou a lenda Michael Schumacher, construiu um carro muito bonito e prateado, mas parece estar abaixo das três primeiras. Paga o preço pelo título do ano passado. O carro de Schumi e Rosberg, na verdade lembra muito o Brawn do final de 2009, que estacionou enquanto as outras evoluíram. Resta aos torcedores confiar na velha eficiência alemã do hepta-campeão.

A surpresa por enquanto fica pelo ressurgimento da Williams nas primeiras posições. Nas mãos de Barrichello e Hülkenberg, o carro azul empurrado pelo motor Cosworth, parece recuperar um pouco do terreno perdido nos últimos anos. Nada que assuste as grandes, mas pode arranhar um pódio aqui outro ali.

A Sauber também surpreendeu logo de cara, mas fico com o pé atrás, principalmente por conta do carro não estampar um patrocínio de peso. Não que esteja duvidando do talento de Pedro de la Rosa e Kamui Kobayashi, mas os bons tempos devem ter sido marcados com pouco combustível tendo como objetivo atrair investidores para o time.

A Renault, que não é mais a mesma, não faz medo a ninguém e não deve realizar grandes apresentações. Pena, pois Robert Kubica merecia um carro muito mais competitivo para desenvolver e demonstrar todo o seu talento. Vamos ver o que ele consegue por lá, pois de Petrov não se pode esperar muito além do dinheiro da mãe Rússia.

As demais, Force India, Toro Rosso, Lotus, Virgin, e quem sabe Campos e Stefan GP, só farão número. As duas primeiras, como nos últimos tempos, são times de lanterna. Mas este ano as últimas posições serão disputadas. Lotus e Virgin, tem carros muito aquém do esperado. Pior para Di Grassi que terá de trabalhar muito no desenvolvimento do mesmo. As duas últimas até agora estão devendo o carro e pelo que se fala por aí, falta grana para a primeira e uma vaga para a segunda. Bruno Senna, apesar da aparente tranquilidade, deve estar arrancando os cabelos e se perguntando como entrou nessa.
Aqui os melhores tempos em cada sessão de treino:

Só saberemos quem está falando a verdade no Bahrein.


A Fórmula 1 vai sofrer mais uma revolução em 2010. Muitos pilotos mudaram de equipe, outro se desaposentou, equipes novas virão complementar o sonhado grid com 26 carros, a FIA voltou a mexer na pontuação para os 10 primeiros, não haverá mais reabastecimento, etc… Ou seja este ano promete muito e a temporada já começou com a apresentação da Mercedes GP PETRONAS nesta segunda feira. As concorrentes vem em seguida mostrando seus carros nos seguintes dias:

Mercedes GP – 25 de Janeiro
Ferrari – 28 de Janeiro
Mclaren – 29 de Janeiro
Renault – 31 de Janeiro
Sauber – 31 de Janeiro
Williams – 01 de Fevereiro
Toro Rosso – 01 de Fevereiro
Virgin Racing – 01 de Fevereiro
Campos Meta – 01 de Fevereiro
Red Bull – 10 de Fevereiro
Force India – 10 de Fevereiro
Lotus – 12 de Fevereiro
USF1 – ainda por confirmar

A cada apresentação iremos mostrar aqui e os testes acontecem em Valência entre 1 e 3 de fevereiro, Jerez entre 10 e 13, e 17 a 20 e Barcelona entre 25 e 28 de fevereiro.


Em evento promocional que a Ferrari faz todos os anos na estação de esqui de Madonna di Campiglio, o Wrooom, Alonso apareceu com seu novo layout de capacete e participou de algumas disputas com Felipe Massa, que aliás num primeiro momento, saiu-se melhor que o espanhol. Mas voltando ao assunto do post, a pintura do capacete do bi-campeão lembra muito a de 2006, quando o espanhol ganhou seu segundo título pela Renault. Superstição??? Só saberemos se deu certo no final da temporada.
F60 com......pintura nova.Os macacões

Por falar nisso, a Ferrari divulgou hoje algumas fotos com a nova pintura para os carros deste ano, bem como dos novos macacões de seus pilotos. Nada oficial ainda. A pintura foi feita no carro de 2009 para gravações de comerciais e destaca-se pela predominância do branco no bico e na asa traseira. Mas Alonso, apesar de todas as restrições impostas pela FIA para esse tipo de evento, já teve o gostinho de andar numa Ferrari.

Já pela Mercedes, Shumacher voltou a treinar a parte física andando num carro de Fórmula. Foi no modelo da GP2 que ainda será usado em 2011 e o alemão ficou a apenas 4 décimos do recorde da pista com esse tipo de carro. Nada mal para quem está a três anos parado. Neste mesmo teste o hepta-campeão adicionou mais uma estrela às sete que já ostentava em seu casco. Mas esta apenas com três pontas e bem conhecida. o destaque fica para a cor, que continua um vermelho berrante. Se o desenho e a cor se manterão, só veremos na apresentação oficial do time.

Aqui dois vídeos, o primeiro de Madonna, o segundo de Jerez:

nelsinho_desolado_cort
Agora pela manhã, Fernando Alonso mostrou a todo mundo o porquê de sua insistência em demonstrar otimismo em relação ao carro de 2009 da Renault, o R29. Ele ficou atrás apenas de Bourdais, que continuou na frente, mas guiando uma STR que não é o carro que estreará na Austrália. Superou inclusive o atual campeão Lewis Hamilton em 4 décimos. Ontem Alonso tinha ficado com o último tempo, mas segundo o próprio bi-campeão, o teste foi de resistência para o R29, tendo dado 133 voltas com o carro que, nos dias anteriores nas mãos de Piquet, mal saiu dos boxes. Os tempos: Bourdais – 1min17s472; Alonso – 1min19s846; Hamilton – 1min20s263; Webber – 1min21s971. Nakajima e Rosberg mal completaram uma volta e ficaram sem tempo. Parece que o problema da Renault reside mesmo entre o volante e o banco do seu segundo carro.

Bourdais em primeiro

Bourdais em primeiro

Alonso em segundo

Alonso em segundo

Hamilton o terceiro

Hamilton o terceiro


Os treinos continuam até o final da tarde por lá. E assim que tiver notícias coloco aqui o resultado do dia. Incluindo aí os tempo da Bahrein, onde até agora Trulli vem batendo Raikkonen.

Não foi por culpa de Piquet. Alonso hoje sofreu nos testes em Jerez com seu R29 para somente conseguir a última posição. O que exime a culpa sobre o brasileiro. O problema mesmo reside no carro da Renault e provavelmente é culpa de seu mal nascimento, não tendo inclusive passado nos testes de impacto da FIA. O dia foi de muita expectativa, pelo primeiro embate direto entre o piloto da casa e o atual campeão, Lewis Hamilton que também teve seu primeiro teste do ano nesta quinta-feira. Bourdais assumiu o carro da Toro Rosso que foi entregue por Buemi na primeira posição depois de dois dias de testes, e não decepcionou mantendo o melhor tempo que foi de 1m18s493. O segundo foi o campeão que co sua Mclaren marcou 1m20s737, seguido de muito perto por Vettel com 1m20s738. Entre ele e Alonso sobrou Nakajima com 1m20s898. Destaco um fato interessante e que nos fará entender melhor os tempos de hoje, O carro da STR ainda é um misto entre o carro de 2008 e a RBR de 2009, e a McLaren de Hamilton andou o dia todo com a asa traseira do carro de 2008. Ou seja entre os carros que veremos em Melbourne, no GP da Austrália, o primeiro foi Vettel, o que mostra que a Red Bull tem um ótimo carro e que o design fininho do bico projetado por Newey foi uma decisão acertada. Resta saber se o motor Renault tem força para brigar lá na frente, porque braço o alemãozinho tem. Já no Bahrein, por culpa das tempestades de areia, a Ferrari pode apenas treinar pit stops, e as equipes pensam e prolongar testes.

Alonso terá muito trabalho pra botar o R29 nos eixos

Alonso terá muito trabalho pra botar o R29 nos eixos

Hamilton vem forte para tentar o bi-campeonato

Hamilton vem forte para tentar o bi-campeonato

Ferrari está engolindo areia no deserto do Bahrein

Ferrari está engolindo areia no deserto do Bahrein