Tudo sobre veículos motorizados!
Header

max_mosley_fia2
Para salvar a Fórmula 1 da crise econômica mundial, a FIA e a FOTA se reuniram em Monaco na segunda-feira, para definir as medidas a serem adotadas já este ano e as que serão obrigatórias somente a partir de 2010. Depois do encontro, dirigentes da FIA e representantes das equipes, saíram dizendo-se satisfeitos com as propostas apresentadas. Bem, a lista saiu hoje, e as principais alterações visando redução de custos são:
Em 2009 – não haverão testes privados durante a temporada; limitação do desenvolvimento aerodinâmico; redução do número de funcionários das equipes e deverá haver compartilhamento de informações sobre pneus e combustíveis eliminando a figura do espião. Com estas medidas para o ano que vem, há uma previsão de 30% de economia em relação a 2008.
Em 2010 – o conjunto motor e câmbio serão padronizados, todas as equipes deverão usar o mesmo equipamento, ou poderão fabricar seus componentes desde que sigam rigorosamente o projeto desenvolvido por uma empresa independente, provavelmente a Cosworth; os Chassis também terão seu desenvolvimento limitado; Equipamentos de rádio e telemetria serão padronizados; fim dos cobertores que aquecem os pneus; fim do reabastecimento; possível redução da duração das corridas.
Em relação ao KERS, que vinha sendo motivo de divergência entre as equipes, umas com desenvolvimento adiantado, outras querendo o adiamento para 2010, problema resolvido, ano que vem será opcional e no ano seguinte obrigatório para todas as equipes. Devagarzinho o tarado do Max Mosley vai cortar tudo o que quer.